Notícias


Difusão da calagem e ambiente de negócios: estados fazem ações


Uma série de ações tem marcado a atuação das lideranças produtoras de calcário agrícola nos estados brasileiros. As iniciativas têm como objetivo difundir a prática da correção da acidez de solo, a chamada "calagem".

Também há medidas que buscam melhorar o ambiente dos negócios para as unidades produtoras, o que gera, por tabela, avanços também para os setores do agronegócio e da mineração, nos quais o calcário está presente.
Confira a seguir algumas das ações das últimas semanas.

Paraná divulga calagem

O programa "Negócios da Terra", da afiliada do SBT no Paraná, realizou uma série de reportagens sobre a calagem. Denominado "Momento do Calcário", o material apresenta ações 12 temas envolvendo a calagem, que vão de dicas na hora da escolha, os efeitos na produtividade da lavoura, os equipamentos usados na aplicação, o plantio direto e o emprego do calcário nas florestas.

Os vídeos podem ser vistos na página do programa "Negócios da Terra" no Youtube – clique aqui.

Goiás luta contra burocracia

O deputado José Vitti (PSDB), presidente da Assembleia Legislativa de Goiás, reclamou da "burocratização de normas", editadas pela Secretaria da Fazenda (Sefaz), que, segundo ele, trazem prejuízos para a cadeia produtiva do setor mineral em Goiás.

Presidente do Sindicato das Indústrias de Calcário de Goiás, Tocantins e Distrito Federal (Sininceg), Vitti se queixou da Instrução Normativa nº 1.369/17, sobre a constituição, por meio de procuração, de representante das empresas.

A instrução dá 6 meses para renovação das procurações, independente da região em que a empresa esteja instalada, para que possam ter validade nas unidades da Sefaz.

A atividade mineral é a terceira mais importante de Goiás. Os empresários aguardam uma posição da secretaria.
Leia mais – clique aqui.

MT incentiva o Pró Café

O Programa Estadual de Revitalização da Cafeicultura tem sido importante para o desenvolvimento do Mato Grosso. O calcário integra os insumos distribuídos aos agricultores na ação.

O Pró Café, idealizado em parceria com o governo federal e prefeituras, oferece um kit tecnológico que contém mudas, calcário e fertilizantes. Ainda disponibiliza assistência técnica ao cafeicultor e capacitações dos técnicos.

Em dois anos, foram investidos mais de R$ 1,5 milhão em pequenas propriedades de 10 munícipios distantes de Cuiabá. Essas unidades são referência em tecnologia.

O Ministério da Agricultura aponta o Pró Café como mecanismo de desenvolvimento social e produtivo, com geração de emprego e renda. Por isso, ampliará investimentos na cafeicultura do estado, parte deles em insumos.

Saiba mais – clique aqui.

São Paulo amplia força do agro

O Sindicato das Indústrias de Calcário Agrícola do Estado de São Paulo (Sindical)  integra uma série de ações junto à Federação das Indústrias do Estado, a Fiesp, que estão fortalecendo o agronegócio.

Um em cada R$ 4 que circulam na economia paulista está atrelado à cadeia agrícola, segundo a federação. A participação do Sindical fez com que a Fiesp apoiasse práticas como a redução da alíquota da Compensação Financeira sobre a Exploração Mineral (CFEM), que está sendo discutida no Congresso Nacional.

Com apoio do presidente do João Bellato Júnior, os diretores do Sindical, Fábio Vitti e Euclides Francisco Jutkoski, acompanharam questões envolvendo o agronegócio tanto em nível estadual como nacional.


Data: 14/12/2017
Fonte: Assessoria de Imprensa - Abracal
Voltar


Rua Comendador Rheingantz, 50/202
Bairro Auxiliadora - CEP 90450-020 - Porto Alegre - RS
Telefone (51) 3330-7765 / 3330-0037
Fax (51) 3330-7765
E-mail: abracal@abracal.com.br